Freelancer


henrique-pochmann-freelancer-home-office
Trabalhando no meu home office no final de 2015

Freelancer, freela, ou frila é um termo fortemente usado no mercado de comunicação e TI para denominar seus profissionais independentes. O freelancer nada mais é que um profissional que atua por conta própria. Ele não tem carteira de trabalho ou vínculo empregatício com as empresas para as quais presta serviços.

Diversas áreas possuem os seus próprios profissionais independentes, mas nem todas os definem como “freelancers”. Um advogado ou um eletricista, por exemplo, comumente se definem como “profissional liberal” ou “autônomo”.

O profissional liberar se diferencia do autônomo porque ele precisa ter um diploma de nível superior para ser classificado como tal.


Por que contratar um freelancer para realizar o meu projeto?

Em comparação a uma empresa, o trabalhador independente leva vantagem em vários quesitos. Veja abaixo:

  • A pessoa que atende é a mesma que produz. Ou seja, não há ruído de informação;
  • Mais agilidade. Os processos de trabalho do freelancer são enxutos se comparados à burocracia de um escritório ou agência;
  • O freelancer também é um empresário, ele entende as necessidades comerciais dos seus clientes. Em uma empresa você será atendido, provavelmente, por um funcionário;
  • Melhor custo/benefício. O freelancer tem uma estrutura mais enxuta se comparado à uma empresa;

 


Existe algum risco de se trabalhar com um profissional independente?

Bons e maus profissionais existem em todo os campos. O principal receio dos clientes na hora de contratar um profissional independente é quanto à entrega do projeto. Eles não têm certeza se receberão o prometido pelo profissional, acreditam que uma empresa com sede estabelecida e folha de pagamento transmite mais solidez e credibilidade. Porém, uma empresa também pode atrasar ou mesmo não entregar um projeto contratado. Cliente nenhum está livre deste risco, nem mesmo contratando uma empresa.

A solução é prestar atenção em alguns pontos na hora de selecionar o freelancer para o seu projeto. Veja abaixo.


Como escolher o freelancer certo para o meu projeto?

Veja abaixo alguns pontos que podem te ajudar a identificar o melhor profissional para realizar a sua demanda.

  • Solicite o portfólio dele e busque por projetos com características semelhantes as que você está precisando;
  • Questione-o sobre a disponibilidade de tempo para produzir o seu projeto;
  • Ele trabalha full-time ou faz isso somente nas horas vagas? Prefira profissionais que estejam estabelecidos como freelancers;
  • Este freelancer tem um site do tipo “.com” contendo mais informações sobre o trabalho dele? Se sim, ponto pra ele. Os freelancers casuais não têm;
  • Nota fiscal. Os freelancers casuais não têm empresa constituída e por isso não podem emitir notas fiscais;
  • Analise o tom da fala do profissional. Ele fala com segurança? Parece mesmo entender do assunto?
  • Formalize. Solicite uma proposta comercial contendo valores, etapas e valores do projeto;
  • Desconfie de preços baixos. Pode ser muito tentador para você que contrata. Mas o preço também impacta na motivação do freelancer em finalizar o trabalho.

 


Trabalhar sempre com o mesmo profissional é um bom negócio?

Sim. É um bom negócio. Pois este profissional já vai estar alinhado com a cultura do seu negócio e estilo de trabalho. Embora trocar sempre de parceiros seja atraente pelo fato de poder barganhar e enxugar custos, você pode perder em agilidade. Para ter uma relação saudável de negócios, o ideal é crescer junto com seus parceiros.


O freelancer vai trabalhar dentro da minha empresa?

Não necessariamente. O freelancer irá trabalhar dentro da sua empresa somente no caso de ambas as partes acordarem que isso é o melhor para o sucesso do projeto. Caso contrário, o freelancer trabalhará de casa, de um escritório, de um café, coworking ou de onde ele achar mais conveniente para a sua própria produtividade.


Já que o freelancer trabalha sozinho, ele vai dar conta de todo o serviço?

O profissional bem articulado possui uma rede de contatos com habilidades complementares as dele. Caso sinta necessidade de dividir parte do projeto com algum colega, ele pode indicar o profissional mais adequado para o cliente. Em alguns casos o freelancer fica responsável por gerenciar o trabalho do seu colega, em outros o próprio cliente exerce essa função. Depende do acordo formado. Em casos de projetos realmente grandes, pode envolver um número maior de profissionais.


O freelancer pode emitir Nota Fiscal?

O profissional independente que tem empresa devidamente constituída pode sim emitir Nota Fiscal. Aconselho você a optar trabalhar sempre com um freelancer que emita nota fiscal. Pois além de mostrar que o profissional está agindo dentro da lei, mostra que ele trabalha sério e, assim como você, está batalhando para fazer seu próprio negócio crescer. O freelancer que emite nota fiscal não está apenas fazendo um bico ou mantendo essa atividade como um hobby qualquer.


Qual a melhor forma de se comunicar com quem trabalha de forma independente?

Não posso falar por toda a classe, mas pra mim, a melhor forma de se comunicar comigo ainda é o bom e velho e-mail. Explico: o e-mail não interrompe outras atividades. O profissional em carreira solo, por trabalhar sozinho, precisa se desdobrar entre o atendimento e a produção. Se ele for interrompido a todo o momento (por telefone, What’s App, etc…), isso pode comprometer sua produtividade. Sendo assim, aposte no e-mail. Todo profissional utiliza e-mail e confere sua caixa de entrada com freqüência.


Onde saber mais sobre o formato de trabalho e o mercado freelancer?

Se você quer começar a terceirizar trabalhos com freelancers ou simplesmente quer saber mais sobre o formato, recomendo que acompanhe o meu blog, o Aparelho Elétrico. O Aparelho Elétrico é um blog que se propõe a debater e divulgar boas práticas relacionadas ao trabalho freelancer. Aguardo sua visita por lá.

Agora, se você chegou até aqui porque quer trabalhar como freelancer, sugiro ler o ebook grátis que escrevi, O Incrível Manual do Freelancer Moderno.

ebook-o-incrivel-manual-do-freelancer-moderno
Capa do eBook “O Incrível Manual do Freelancer Moderno”

Segue um vídeo onde explico como virei freelancer

Tem algum projeto para me oferecer? Fale comigo.

 

Assine a Newsletter do Aparelho Elétrico
Me siga nas redes sociais